Como se tornar um analista de dados do zero

O melhor guia do caminho de aprendizado, detalhando todas as habilidades, conhecimentos e treinamento necessários para se tornar um analista de inteligência de negócios

Os dados comerciais passaram por uma transformação digital.
Primeiro vieram os computadores, juntamente com o aumento da automação. Depois a internet. E agora estamos vivendo na era ‘inteligente’, caracterizada por maior interconectividade, armazenamento em nuvem e Internet das Coisas (IoT).
Um dos resultados dessa mudança sísmica foi o aumento da produção de dados. Estamos falando de grandes quantidades de dados produzidos a cada minuto de cada hora do dia, por empresas de todo o mundo.
Nossa sociedade de ‘big data’ criou benefícios consideráveis ​​para gerentes e proprietários de empresas, com o potencial de descobrir insights de negócios que antes não eram possíveis antes.
Todos esses dados levaram a uma demanda por pessoas qualificadas e habilitadas o suficiente para interpretá-las, analisá-las e apresentar insights para melhorar o desempenho dos negócios.
É aí que entram os analistas de dados (às vezes chamados de analistas de negócios).

O que os analistas de dados fazem?

Simplificando, os analistas de dados são responsáveis ​​por analisar e extrair informações dos dados e recursos que uma empresa ou organização usa. Isso pode incluir dados internos, concorrentes ou outros dados de terceiros.
Em geral, os analistas de dados se envolvem em 4 tipos principais de análise:
  1. Modelagem de negócios – identificando condições de mercado, direção de negócios e definindo políticas adequadas
  2. Planejamento estratégico – destacando desafios, tendências do setor e as necessidades de mudança de uma empresa
  3. Design de processos e fluxos de trabalho – otimizando fluxos de trabalho de negócios e padronizando-os em toda a empresa
  4. Análise de sistemas – interpretação de dados para destacar áreas em que os sistemas de TI e tecnologia podem ser aprimorados.
Atualmente, existe uma alta demanda por analistas de dados e está crescendo duas vezes mais rápido que outros empregos sob demanda nos EUA . A imagem é semelhante em todo o mundo.
Outro bom motivo para considerar uma carreira como analista de dados é o salário impressionante. De fato, a pesquisa do Google mostra que o salário médio é de US $ 92.467 nos EUA . Também vale a pena considerar o fato de que quanto mais valor você pode adicionar a uma empresa em termos de habilidades e conhecimentos, mais você pode ganhar. O que faz sentido quando você percebe que as informações de dados têm o poder de aumentar consideravelmente a produtividade e os lucros.
Então, como você se torna um analista de dados e aproveita as oportunidades de emprego favoráveis? Este guia completo o guiará pelas etapas que você precisa seguir.

Etapas para se tornar um analista de dados

 

1. Qualifique-se

A maioria das posições de analista de dados (analistas de inteligência de negócios) exige no mínimo um diploma de bacharel em áreas relacionadas aos negócios, como administração, contabilidade ou finanças. Cursos de graduação em sistemas de informação ou assuntos STEM também são aceitos por muitos empregadores.
No entanto, um diploma de bacharel pode não ser suficiente para conseguir um emprego por conta própria. Você também precisará demonstrar algumas habilidades especializadas para se destacar entre os outros candidatos. Isso pode ter a forma de um mestrado em um assunto relevante – Master of Science em Business Analytics, por exemplo.
Uma maneira alternativa de obter qualificações e demonstrar habilidades é se matricular em cursos especializados de e-learning. Cada vez mais empregadores estão reconhecendo e valorizando essas qualificações, pois percebem que o nível de conhecimento e habilidades altamente focados, obtidos através do e-learning, pode ser benéfico para seus negócios.
 

2. Desenvolver habilidades e conhecimentos

Como mencionado anteriormente, para aprimorar suas habilidades e conhecimentos, você pode se matricular em um curso de mestrado que ensinará a maioria das coisas gerais necessárias para a função. Uma rota cada vez mais popular é estudar cursos on-line ou e-learning para obter habilidades mais focadas.
A maioria dos empregadores especifica as seguintes habilidades para os cargos de analista de dados:
  • Habilidades de computação – Proficiência no software MS Office, especialmente Excel. Pode incluir linguagens de programação e estruturas como SQL, c #, Java, Oracle, etc.
  • Habilidades analíticas – A capacidade de interpretar e analisar dados para destacar problemas ou áreas de melhoria nas operações ou processos de uma empresa.
  • Habilidades de pesquisa – Avalie criticamente relatórios e documentos para informar a análise. Observe as operações e entreviste funcionários e partes interessadas em uma empresa para obter informações valiosas.
  • Habilidades organizacionais – Capaz de agrupar e acompanhar grandes quantidades de dados e informações. Eles também devem organizar bem seu tempo e priorizar tarefas de maneira eficaz.
  • Habilidades de resolução de problemas – identifique os problemas dentro de uma empresa e trabalhe na criação de possíveis soluções extraídas de pesquisas e dados.
  • Habilidades de comunicação – Os analistas de dados devem demonstrar fortes habilidades de comunicação verbal e escrita. Espera-se que eles escrevam relatórios, planos de ação e apresentem idéias de maneira clara, além de participar de reuniões e fazer apresentações.
  • Habilidades de negociação – Os analistas de dados geralmente se vêem em desacordos quanto à necessidade de tomar certas ações de negócios ou tomar decisões essenciais. A prioridade das ações também pode ser uma questão controversa dentro de uma empresa. Espera-se que o analista da dataDa negocie e, possivelmente, medie, com várias partes, e apresente suas descobertas de maneira clara para resolver as divergências sem problemas.
 

3. Ganhe experiência de trabalho

A experiência profissional é uma parte crucial de se tornar um analista de dados e conseguir o primeiro emprego.
Se possível, é uma boa ideia tentar obter alguma experiência profissional junto com seus estudos. Isso significa encontrar trabalho remunerado ou estagiário em tempo parcial dentro de uma empresa ou voluntariado para ajudar organizações sem fins lucrativos e de caridade.
Como alternativa, outra maneira de obter experiência é se matricular em cursos que incluem workshops nos quais você trabalha em projetos da vida real. Isso permitirá que você se concentre no desenvolvimento de habilidades específicas. SuperDataScience oferece uma variedade de workshops práticos que aumentarão suas habilidades e nível de experiência de trabalho.
Aqui estão alguns exemplos dos tipos de atividades que se qualificam como uma boa experiência de trabalho para um analista de dados:
  • Analisar dados de negócios para identificar oportunidades de economia de custos – Um papel importante de um analista de dados é encontrar maneiras de reduzir custos ou destacar novas oportunidades.
  • Avalie os sistemas de TI e destaque melhorias – A maioria das empresas entende a necessidade de manter-se atualizado com as mudanças tecnológicas e conta com analistas de dados para encontrar áreas para otimização.
  • Avalie os sistemas de negócios atuais e elabore planos estratégicos – Ao analisar dados de negócios e tendências do setor e tirar conclusões, o analista de dados pode ajudar a direcionar as empresas para as oportunidades mais lucrativas.
Certifique-se de não desperdiçar oportunidades para desenvolver seu nível de experiência e criar um forte portfólio de projetos de sucesso, independentemente de quão grande ou pequeno.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on skype
Skype
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *